Postado em: 5 de junho de 2017

Estácio de Sá/ Força Atlética/ Governo de Goiás estreia amanhã (30) na LDU

Equipe representa Goiás na etapa regional

As atletas da Estácio de Sá/ Força Atlética/ Governo de Goiás entram em quadra amanhã (30) pela fase regional da Liga do Desporto Universitário (LDU), promovido pela Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), que é realizada em Vitória (ES) entre os dias 29 de maio e 03 de junho.

O primeiro jogo será contra as mineiras da Universidade Federal de Viçosa (UFV- MG), às 11 horas de terça-feira (30) no Centro Esportivo Tancredo de Almeida Neves, o Tancredão. A segunda partida será na quarta-feira (31) contra a União Pioneira da Integração Social (Upis) do Distrito Federal (DF).

Seis equipes disputam a fase regional. O time campeão desta etapa enfrentarão em setembro, em Recife/PE, os vencedores das Conferências Nordeste, Norte e Sul, na disputa pelo título de campeão nacional.

Goiás

Ao todo 12 atletas e comissão técnica representam Goiás no handebol feminino. A equipe é formada pelas armadoras Amanda de Castro Barreira, Amanda Souza de Almeida, Isadora Ribeiro Alves de Almeida, Juliana Morgana Nunes Santos, Thaís de Andrade Silva. A ponta direita é Thaís Rosa Arruda. Além das pivôs Cleidiane Fernandes Santos, Marina Helena Galvão, Sarah Noleto Calassio e as goleiras Dhara dos Santos Dias, Elora Oliveira Maciel, Marjorie Cristina Bizachi.

Os jogos

 30.05 (terça-feira) – 11 horas – Estácio de Sá/ Força Atlética/ Governo de Goiás X Universidade Federal de Viçosa (UFV)

31.05 (quarta-feira) – 9h30 – Estácio de Sá/ Força Atlética/ Governo de Goiás X União Pioneira da Integração Social (Upis)

02.06 (sexta-feira) – semifinais

03.06 (sábado) – finais

 

A equipe

A Associação Cultural e Esportiva Força Atlética desenvolve em Goiânia e na região metropolitana o trabalho de handebol feminino de alto rendimento, com treinamento de equipes na categoria de base, cadete, juvenil, júnior e principal.

Desde 2007, a Força Atlética também desenvolve projeto social com o atendimento de alunos de redes públicas de educação. A ação é voltada para crianças e pré-adolescentes, oferecendo inclusão, esporte e aulas transversais sobre meio ambiente e combate às drogas.